terça-feira, maio 03, 2005

Você Aceita?

Somos bilhões e bilhões de seres humanos no planeta Terra. É tanta gente que se toma ini­maginável reuni-las num só lugar. Mas o Deus que nos criou à Sua imagem e semelhança pode colocar-nos, todos, de uma só vez na palma da Sua mão. E muito mais, cabemos todos no coração do Pai. Ele nos ama tanto que, mesmo sendo desprezado, preparou-nos o caminho de retomo ao lar, de volta para os Seus braços de amor: Porque Deus amou ao mundo de tal ma­neira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3.16).
Jesus Cristo, o Filho de Deus, veio para a humanidade que O desprezou. Porque o amor do Pai e a Sua misericórdia são infinitos. Por isso, Jesus continua chamando: Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo. (Apocalipse 3.20).
Ainda assim, muitos continuam tapando os seus ouvidos à voz de Jesus e, como o filho pródigo, buscam seus próprios caminhos. Per­dem seus anos de vida numa procura inútil e enganosa, buscando o verdadeiro caminho, e não se lembram de que Jesus Cristo afirmou: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim. (João 14.6).
Parece que o homem se nega a acreditar que a salvação pode ser alcançada apenas pela graça de Deus. Buscam formas e sacrifícios para restaurarem sua comunhão com o Pai. Que en­gano! Não ouvem a voz do Senhor declarando:
Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. (Efésios 2.8-9).
O diabo tenta e consegue enganar a muitos. Mas, a todos quantos o receberam (Jesus), deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus. (João 1.12-13).
Jesus Cristo fez uma promessa tremenda, abençoadora, mas que encerra também um princípio de morte, já que o homem sem Deus é pecador e está condenado porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor. (Romanos 6.23). Por isso Jesus prometeu: Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus; mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o ne­garei diante de meu Pai, que está nos céus. (Mateus 10.32-33).
Se você quer ser anunciado por Jesus junto ao Pai, se quer ser reconhecido como filho de Deus, ter os seus pecados perdoados e desfrutar a vida abundante, aqui e na eternidade, faça a oração abaixo e prepare-se, pois a sua vida nun­ca mais será a mesma.
“Senhor Jesus, hoje eu reconheço que sou pecador e que nada do que eu faça pode me trazer a salvação e o perdão para os meus pecados. Eu creio que és Filho de Deus e que só através de Ti posso me reconciliar com o Pai. Nesta hora, eu Te recebo como meu Se­nhor e Salvador e peço-Te que faças morada em mim. Nunca mais Te deixarei. Seguirei os Teus passos e farei a Tua vontade. Para isso, eu abro mão de todos os pactos feitos com deuses estranhos e declaro que só a Ti prestarei ado­ração e culto. Escreve o meu nome no livro da vida, pois eu escrevi o Teu no meu coração. Em Teu nome. Amém!”
Assim, já não sois estrangeiros e pere­grínos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus. (Ef. 2:19).
Pr. Márcio Valadão Bessa
:: Extraído do livro: Nos Braços do Pai ::